“Do frango capão a perna e da galinha o peito”

Capão in Verdadeiro Olhar

Nem só de mobiliário vive Paços de Ferreira e, na realidade, a gastronomia é um fator de destaque neste concelho, mais concretamente falando do Capão à Freamunde.

No ano em que se comemoram 300 anos da instituição da criação desta ave por D.João V, muitos foram os eventos realizados à volta desta celebração.
E, para que esta comemoração encerre “em beleza”, nada melhor do que passar pela 14ª Semana Gastronómica do Capão à Freamunde, que termina já no próximo dia 13.
Nesta edição, são 14 os restaurantes onde poderá degustar esta iguaria.
Também no dia 13 se cumpre a tradicional Feira dos Capões, onde se expõem e vendem os melhores espécimes, havendo mesmo o concurso do melhor capão vivo.

Fica, por isso, o convite para que venha connosco conhecer mais um pouco de Paços de Ferreira. Das suas tradições, gastronomia e história.
E para vos aguçar ainda mais a curiosidade, aqui fica a receita do “Capão à Freamunde”:

Ingredientes: Capão; Vinho branco; Sal q.b.; Limão; Alhos; Vinho do Porto; Azeite; Pimenta ou piripiri; Cebolas; Manteiga ou gordura animal; Farófia; Salpicão; Presunto

Embriaga-se o capão, com um cálice de vinho do Porto e passada meia hora, mata-se, depena-se, abre-se e lava-se. Depois de estar em água fria com rodelas de limão, cerca de uma hora, põe-se a escorrer e mergulha-se em “vinha d’alhos” ficando assim 24 horas. No dia de o consumir, põe-se ao lume uma caçarola com azeite, gordura de porco e cebolas às rodelas. Quando a cebola está estalada, deita-se uma boa colher de sopa de manteiga, meio quartilho (2,5 dl) de vinho branco e vinho do porto sal q.b.. Escorre-se o capão, esfrega-se todo com este novo molho. Antes de meter no forno recheia-se com o seguinte picado refogado: azeite, cebola, alho, miúdos do capão, presunto, salpicão, chouriço de carne, carne de vaca, vinho branco, piripiri, louro, salsa, etc. Depois de guisado é passado e bem misturado com “farófia” no resto do molho de guisar para ligar bem. Enche-se a barriga do capão e cose-se. Coloca-se na “pingadeira” de barro, e leva-se ao forno a assar lentamente (cerca de 3h), coberto com papel de alumínio para não queimar demais, deve picar-se com um garfo de vez em quando, ao mesmo tempo que se rega com o molho da assadeira e vinho do porto. A operação de picar com o garfo deve ser cuidadosa para não ferir a pele que deve ficar estaladiça e loura. Meia hora antes, tira-se o papel para alourar. Acompanha-se com batatas assadas e grelos.
in https://www.cm-pacosdeferreira.pt/index.php/capao-a-freamunde

Publicado por portooutside

Somos uns verdadeiros apaixonados por Portugal que um dia decidiram mostrar o melhor do nosso país ao mundo. Nasceu assim a Porto Outside, uma empresa de tours e experiências que proporciona aventuras inesquecíveis. Saiba mais sobre as nossas viagens em: www.portoouside.com @portooutside

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create your website at WordPress.com
Get started
%d bloggers like this: